Pagina Inicial

/

Entrevistas

/

"Me entregaram o time na Série C", afirma o presidente interino do Vitória

"Me entregaram o time na Série C", afirma o presidente interino do Vitória

Por Redação

O presidente interino do Vitória, Fábio Mota, concedeu entrevista exclusiva para a Equipe dos Galáticos na noite desta sexta-feira (29). O mandatário em exercício falou sobre os desafios para tirar o Leão da zona de rebaixamento antes do fim desta edição do Campeonato Brasileiro da Série B.

"Me entregaram o time na Série C, não é uma missão fácil. Se fosse fácil, um monte de gente queria, não tinha tanto afastamento. Eu topei a parada, não posso topar sozinho, foi o que eu disse a todos. Estou tendo apoio 100% do Conselho Deliberativo do clube, que teve a ideia junto comigo de abaixar o preço dos ingressos, que teve a ideia de abrir o clube para a imprensa. Tudo isso é conservado, é debatido no Conselho do clube", afirmou Mota. 

Presidente do Conselho Deliberativo do Vitória, Fábio Mota assumiu o cargo de presidente interino do clube após o afastamento de Paulo Carneiro e do pedido de licença do vice-presidente Luiz Henrique Viana.

Nesta sexta-feira (29) o Vitória voltou a abrir o clube para jornalistas. O presidente interino do Leão reforçou a importância da presença da imprensa no CT e na relação do Rubro-Negro com o torcedor.

"Quando você está no Barradão, você consegue pegar a notícia com mais precisão. E se nós temos o maior patrimônio é a torcida, a torcida precisa receber a precisão. Tudo que a gente fez nesse exato momento é para fazer a sintonia do Vitória com a torcida. A torcida ficou distante do Vitória durante o um bom período, está na hora da torcida voltar", apontou o presidente.

Questionado sobre o pagamento dos salários no clube, Fábio Mota afirmou que o Vitória voltou a receber dinheiro do Athletico-PR pela venda do lateral-esquerdo Pedrinho e confirmou que o Leão tem outras possibilidades de recursos até o final desta temporada, anunciando inclusive um novo patrocinador. 

"O Vitória tem cerca de R$ 2 milhões da venda de Pedrinho. Recebeu R$ 300 mil hoje, deve ter mais ou menos R$ 1,7 milhões para receber de Pedrinho. Na verdade, a única receita que o Vitória tem esse ano. Pode ainda receber o dinheiro da parcela de Diego Rosa, se Diego Rosa preencher todos os requisitos que estavam estabelecidos em contrato, temos essa esperança. A outra esperança de entrar recurso é se passarmos pelo Botafogo-PB, entraria o recurso da Copa do Nordeste. A Copa do Nordeste, se você se credencia, você pode pedir antecipação do ano que vem, mas abre um horizonte para você fechar", disse Mota.

"Tem um outro patrocínio que nós já fechamos e nos próximos 15 dias devemos receber. A gente está tentando se virar para sair dessa crise financeira momentânea. A crise é muito grande, ela é extensa, mas a gente precisa equilibrar a equação para poder ganhar as quatro partidas que precisamos", continuou o presidente interino.

Confira outros trechos da entrevista:

Torcida do Vitória

Nós tínhamos 14 mil sócios, nós hoje temos quatro mil sócios. Nós precisamos do maior patrimônio que é a torcida do Vitória e vamos fazer de tudo para que a gente possa ter a torcida de volta.

Sou mais Vitória 

Nós já chegamos a pagar meia folha com o dinheiro do sócio, hoje a gente não paga 20% da folha. Entendemos e justificamos, não estou aqui recriminando o torcedor que deixou de ser sócio, não estou aqui dizendo que o torcedor foi bem tratado. São sete anos complicados. Caímos da A para B, temos três anos brigando para não cair para a C, mas agora chegou a hora da torcida entrar nessa união. O Vitória nunca esteve tão unido como agora. O Vitória hoje voltou a ter a união de todas as correntes. 

Problemas financeiros do clube

Eu só tenho coisas positivas para contar. Não adianta aqui a gente ficar choramingando, dizendo que a dívida é grande, todo mundo sabe que a dívida é grande. Quem foi eleito já sabia. Então, não vou ficar aqui dizendo que a divida é grande, que a torcida sabe que a dívida é grande. Eu só tenho que comemorar o apoio que eu tenho recebido, as mensagens de solidariedade que tenho recebido, de sócio, de torcedor, de conselheiro. São mensagens que me revitalizam, que nos motivam a trabalhar. Hoje foi um dia muito positivo. 

Pagamento de salários

Desde quando o presidente foi afastado, que a gente já está lá dentro do clube acompanhando essa questão, você acompanhou bem essa questão do Pedrinho, graças a Deus conseguimos resolver. Ainda o presidente afastado, Luiz Henrique, recebeu R$ 1,5 milhão e isso proporcionou que a gente pudesse pagar folha salarial, imagem atrasada, PJ. Hoje o Athletico-PR pagou mais R$ 300 mil, a gente passou direto para as imagens que tinham ficado pendentes, assim também como os PJ. Nós devemos receber, segunda ou quarta, outro recurso referente a isso, pretendemos pagar folha e continuar em dia. Estamos trabalhando aí em outras frentes, com patrocínio que pode acontecer. Precisamos ganhar muito o jogo contra o Botafogo-PB, porque você se credencia a receber R$ 1,9 milhão da Copa do Nordeste. 

Jogadores afastados

Se fez muito barulho com essa decisão. Não dá para se trabalhar com 40 jogadores no elenco. Ele elencou os jogadores com quem ele desejava trabalhar, o comando é dele. Se discutiu bastante sobre isso, alguns estavam machucados e não tinham porquê estar trabalhando junto. Ele teve o respaldo de toda diretoria para fazer o que ele está fazendo. O Wagner hoje tem nosso respaldo.

Apoio a Paulo Carneiro nas eleições

Quando você monta uma estratégia de grupo, você pensa no melhor. Quando se montou a estratégia de Ivã, se pensou no melhor. Não deu certo, muita gente se arrepende. Quando se montou a estratégia de Ricardo David, não deu certo e com certeza as pessoas se arrependem. Da mesma forma, eu. Ou seja, eu não votei em Ricardo David, na época eu votei em Manoel Matos. Perdi a eleição. Agora eu votei em Paulo Carneiro, agora sim nós todos que apoiamos tínhamos um outro pensamento. Ninguém apoia para acontecer o que aconteceu. 

União do clube

Eu recebi apoio do ex-presidente Raimundo Viana, do ex-presidente Manoel Matos, Alexi Portela, Ademar, Falcão. Todos os outros ex-presidentes do clube estão fechados e imbuídos do propósito de tirar o time da Série C. 

SIGA-NOS

GRUPO

© Copyright Galáticos Online. All Rights Reserved

Designed by