Vitória: quem te viu e quem te vê

por Tarso Duarte em 13 de Outubro de 2015 13:01

Amadurecimento. Não há outra palavra que possa definir o que aconteceu com o Vitória desde que o questionado Raimundo Viana assumiu a presidência do clube, substituindo Carlos Falcão.
 
As mudanças não foram imediatas, mas um fato parece ter sido determinante para que o time passasse de candidato ao rebaixamento a uma das equipes mais temidas na Série B.
 
Vagner Mancini chegou, com o time já se arrumando, sob o comando do interino Wesley Carvalho, é verdade, e deu nova cara a um time que não tinha confiança e não conseguia apresentar evolução tática há um ano e meio.
 
O trabalho por etapas conseguiu resultados importantes no primeiro turno, quando o time foi campeão simbólico da primeira etapa da competição. O nível técnico baixo dos adversários foi decisivo, é verdade, na conquista de pontos fundamentais, mas a confiança da torcida, por exemplo, ainda não havia sido conquistada.
 
O rubro-negro que foi líder pecou em momentos importantes, desperdiçou pontos no Barradão, e por conta disso imprensa e torcida ainda tinham o pé atrás com o rubro-negro.
 
No clássico BaVi, disputado no último sábado (03), no entanto, o grupo mostrou que já não é mais o mesmo do primeiro turno.
 
Ainda que tenha levado um gol com poucos segundos de partida, a equipe de Mancini se manteve equilibrada, diante de um dos mais fortes adversários desta Série B.
 
O empate veio enquanto o Bahia ainda tinha 11 jogadores, e diferente do que aconteceu no BaVi válido pelo Campeonato Baiano, o Vitória aproveitou a vantagem numérica na segunda etapa, dominou e virou um jogo complicado.
 
A evolução/maturidade já havia sido mostrada contra o Paysandu, outro adversário complicado que o Leão venceu.
 
Na reta final, momento mais importante da competição, o Vitória ganhou enfim a confiança de todos, com merecimento. A oscilação que perseguiu o time dentro de quase todas as partidas do primeiro turno sumiu, e na segunda colocação, o time parece mais confiante no título do que quando liderava.
 
O trabalho não acabou, o acesso ainda está longe de estar garantido, mas que o Vitória mudou para melhor, e evoluiu de forma concreta nos últimos meses não há dúvida. 

*Artigo de Tarso Duarte postado no dia 05/10

Whatsapp

Mande um Comentário
Os comentários não representam a opinião do portal Galáticos Online. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Ver todos

Publicidade

Fotos

Publicidade

Publicidade