Vitória joga mal e empata com o Camaçari no Barradão

Autor(a): Yuri Barreto em 16 de Abril de 2011 20:21

Diante de pouco mais de dois mil torcedores, o Vitória recebeu o Camaçari na noite deste sábado, 16, no Barradão. Com time misto, o rubro-negro apresentou um futebol sem criatividade e empatou com o time azulino em 0 a 0.

Com o resultado, o Leão chegou aos 16 pontos ganhos e agora aguarda a definição do segundo colocado do grupo 3, neste domingo, 17, para conhecer seu adversário das semifinais do Baianão.

Já o Camaçari ficou na última colocação do grupo 4 e se despede da competição com cinco pontos.

O JOGO - Logo aos cinco minutos de jogo o Vitória teve a chance de abrir o placar. O lateral Eduardo Neto roubou bola no meio campo e lançou Mineiro na entrada da área. O volante arriscou o chute e a bola raspou a trave do goleiro Alan.

Um minuto depois, foi a vez de Edson desperdiçar a chance. O atacante recebeu lançamento de Léo na área e desviou de cabeça para fora.

O primeiro ataque de perigo do Camaçari só veio aos 16 minutos do primeiro tempo. Dinho arriscou chute de longe e a bola tirou tinta da trave de Viáfara.

Aos 19 minutos, após chute de Edson no travessão, Rildo pega o rebote e sofre falta de Dinho. O árbitro Diego Pombo Lopez marca pênalti para o Leão.

Estreando a camisa vermelha, Viáfara foi para a cobrança e mandou a bola por cima do gol de Alan. Foi o terceiro pênalti seguido perdido pelo goleiro.

Após a cobrança da penalidade, o time azulino cresceu na partida e teve mais uma chance de marcar no final da primeira etapa. Aos 42 minutos, Stefan cobrou falta da entrada da área e acertou a trave esquerda do Vitória.

Na volta para o segundo tempo, Antônio Lopes tirou o atacante Edson e promoveu a estreia do meia Sabá. Porém, a mudança não fez efeito e quem assustou primeiro foi o time visitante.

Aos nove minutos, Stefan recebeu lançamento na área e pegou de primeira. A bola passou perto do gol rubro-negro.

Insatisfeito com sua equipe, aos 18 minutos Lopes colocou o argentino Lucas Nanía no lugar de Mineiro. Aos 34 minutos, o gringo teve sua melhor chance com a camisa do Vitória. O meia recebeu bola livre na pequena área e mandou longe do gol de Alan.

Aos 38 minutos, após passe de Sabá, Neto Baiano dividiu bola com o goleiro do Camaçari e empurrou para o fundo das redes. O juiz Diego Pombo marcou impedimento do camisa nove do Leão e anulou o que poderia ser o gol da décima vitória consecutiva do rubro-negro.

Campeonato Baiano –  18ª rodada
Vitória  0 x 0 Camaçari
Estádio Barradão

Vitória: Viáfara; Léo, Reniê, Gabriel Paulista e Eduardo Neto; Esdras, Uelliton e Mineiro (Lucas Nanía); Rildo (Timbó), Neto Baiano e Edson (Sabá). Técnico - Antonio Lopes.

Camaçari: Alan; Alan Almeida, Klézio, Maicon (Hereda) e Éder; Totinga, Dinho, Dos Santos e Diego; Júnior (Juan) e Stefan. Técnico - Sérgio Araújo.

 


 


Whatsapp
Mande um Comentário
Os comentários não representam a opinião do portal Galáticos Online. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Mais noticias


Ver todos

Publicidade

Fotos

Publicidade

Publicidade