Alexi Portela Júnior assume responsabilidade por atual momento do Vitó

Autor(a): Site Oficial do clube em 04 de Outubro de 2010 15:09

O momento é de reflexão. Tranqüilidade é a palavra chave para superar os últimos insucessos e o Vitória voltar a vencer no Campeonato Brasileiro. Para que isso ocorra, o presidente Alexi Portela Júnior reuniu-se nesta segunda-feira, pela manhã, com o técnico Ricardo Silva e um grupo de jogadores.
 
Em seguida, durante entrevista concedida na sala da presidência, Alexi Portela Júnior foi firme: “Ricardo Silva continua sendo o treinador do Vitória”. E acrescentou: “Todos nós sabemos que treinador depende de resultados, mas acho que o treinador não tem culpa dos resultados que estão acontecendo. Os culpados somos todos nós, o primeiro é o presidente e depois, o treinador. Todos nós somos responsáveis e temos que reverter esta situação”.
 
Você se sente o primeiro culpado desta má fase? – indagou Thiago Mastroiani, da Rede Bahia.
 
“Com certeza, eu sou o presidente e sou o responsável por isso aí”, respondeu.
 
Alexi Portela Júnior concorda que o time precisa urgentemente reagir, pois se encontra numa posição a cinco pontos da zona do rebaixamento.
 
“Não posso esconder que a situação é preocupante e precisamos reagir. Temos que fazer a nossa parte vencendo os jogos e não ficar torcendo para que os outros times percam. O jogo (contra o Grêmio) de sábado, para mim, foi uma vergonha. O Vitória quase que não teve oportunidade nenhuma, o Grêmio teve uma bola de Wallace (lance do primeiro gol) que, infelizmente, isso acontece, e não tivemos poder de reação. O time jogou totalmente sem objetividade e a gente tem condições de reverter. Praticamente não entramos em campo”.
 
Alexi reuniu-se com alguns dos principais jogadores antes do treinamento desta terça-feira, pela manhã – Bida, Wallace, Kleber Pereira, Vanderson e Ramon – e pediu que o Vitória volte a ser aquele time do primeiro semestre, imbatível no Barradão, competitivo fora de casa e que chegou à final da Copa do Brasil, deixando o título escapar por detalhes.
 
“O Vitória precisa jogar o que estava jogando no início do primeiro semestre. Reforçamos o grupo, trouxemos jogadores qualificados e o time não está jogando. Depois da Copa do Brasil, acho que os jogadores sentiram que poderiam ganhar qualquer jogo a qualquer momento. Eles têm que se doar um pouco mais e fazer um pouco mais, pois têm condições”.
 
Presidente, você disse que tem a parcela principal de culpa, e qual a parcela de culpa dos jogadores? - perguntou Moisés Suzart, de A Tarde.
 
“Todo jogador tem uma fase. Cada jogador passa por uma boa fase e uma má fase. Tem alguns jogadores que estão passando por uma má fase e o que precisa é que esta má fase não perdure e que eles voltem a jogar como estavam jogando no primeiro semestre. O Vitória antes da final da Copa do Brasil foi um e depois está sendo outro”.
 
Diante da pergunta sobre atraso no pagamento aos jogadores, o presidente foi taxativo: “É só vocês conversarem com os jogadores. O que a diretoria prometeu, cumpriu. Se estamos atrasados é um, ou dois prêmios”, disse, enfatizando que o salário do mês de setembro, por exemplo, foi pago antecipadamente.
 
Para finalizar, o dirigente disse que o time precisa ter mais motivação nos próximos jogos e cobrou isso aos atletas, que concordaram com ele.
 
“Os jogadores precisam se motivar e voltar a jogar como estavam jogando. Campeonato Brasileiro é difícil e todos os times grandes que vêm jogar contra o Vitória jogam atrás da linha da bola, respeitando o Vitória no Barradão. Precisamos mudar de atitude e o time voltar a se impor”.

Whatsapp
Mande um Comentário
Os comentários não representam a opinião do portal Galáticos Online. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Mais noticias


Ver todos

Publicidade

Fotos

Publicidade

Publicidade