Carlos Falcão, vice-presidente do Vitória

por em 27 de Setembro de 2010 00:00

Entrevista concedida ao repórter da Equipe dos Galáticos, Thiego Souza

- Quem é Carlos Sergio Falcão?
 
Engenheiro civil pela Universidade Católica do Salvador. Fez pós-graduaçäo em Engenharia Econômica. na Faculdade Estácio de Sá (RJ)/Cenid, se especializou em Gestão de Negócios pela UFBA e fez também MBA em Gestão de Negócios pela FJA/Ibmec. Fez diversos cursos de extensão, destacando-se: Direito Tributário – UFBA,Mediação e Arbitragem – INAMA, Processo Administrativo e Fiscal – FIB, Extensão em Planejamento Financeiro – UCSAL e em Metodologia do Ensino Superior na UFBA. Carlos Sérgio Falcão é sócio diretor da Winners Engenharia Financeira.

- Quando você chegou ao clube e qual era a situação financeira?

Comecei minha vida no Vitoria como Conselheiro em 1992. No período de 2000 a 2004, fui Diretor de Planejamento na gestão do saudoso Maneca Tanajura. Em agosto de 2007 fui convidado por Alexi Portela a assumir a vice-presidência administrativa e financeira.do clube. Naquela época estávamos na serie B, vindos da serie C e a situação financeira era muito difícil.

- Como está o clube hoje em termos financeiros?

Já evoluímos bastante. Hoje as nossas receitas operacionais são equivalentes as despesas operacionais o que é muito bom, porem temos um passivo enorme no Vitória S/A. Somente neste ano gastaremos mais de R$ 4.000.000 com pagamento de passivo. Na nossa gestão, somente de dividas trabalhistas na segunda instância já pagamos mais de R$ 6.000.000. No geral conseguimos estabilizar o caixa, porem uma gestão financeira irresponsável traria de volta o caos financeiro ao clube muito rapidamente.

- Desde que chegou ao Vitória quais suas principais realizações?

Nesses três anos acho que eu e minha equipe realizamos tarefas importantes, mas isso só foi possível porque contamos com o apoio de meus colegas de diretoria e com a confiança do presidente. Como principais realizações destaco o seguinte:     

- coordenamos a comissão de reforma do Estatuto que assegurou ao sócio-torcedor o seu voto na Assembléia Geral;
- estruturamos a operação de fortalecimento do Esporte Clube Vitória com retorno dos ativos e iniciamos o processo de extinção do Vitória SA;
- reestruturamos o organograma do Clube criando uma Controladoria;
- concebemos e lançamos o Fundo Rubro Negro de Investimentos;
- organizamos a parte contábil, atualizando e encaminhando para o Conselho Fiscal todos  os balanços que estavam vencidos desde 2005.
- regularizamos a parte fiscal federal e estadual, obtendo as CNDs, inclusive do INSS e FGTS;
- renegociamos e pagamos com grande desconto a dívida com os sócios argentinos, devolvendo ao clube a gestão do seu negócio;
- elaboramos, acompanhamos e aprovamos junto ao Governo do Estado um Convênio que captará recursos para reformas no estacionamento, construção de 05 quadras, 03 campos para divisão de base e um ginásio poliesportivo;
- elaboramos, acompanhamos e aprovamos , junto a Bahiagás, projeto para investimentos no remo;
- elaboramos, acompanhamos projeto para investimentos na divisão de base, atualmente em fase final de aprovação;
- Viabilizamos os recursos necessários para a setorização dos visitantes e para o placar eletrônico
- Reestruturamos o programa do SMV que recebemos com 2.500 sócios e hoje sâo  aproximadamente 10.000 sócios
- Assessoramos a Presidência nas negociações que possibilitaram a assinatura do Convênio com a Petrobrás.

- Qual a maior alegria e tristeza que você teve desde que assumiu a vice-presidencia do clube?

Destaco duas grandes alegrias: o retorno a serie A e a ida a final da Copa do Brasil. Apesar de não termos ganho o título o Vitoria voltou a ocupar lugar de destaque no cenário nacional. A maior tristeza foi descobrir que existem pessoas que fingem amar o Vitoria, mas que na verdade só querem se aproveitar do clube.

- Alexi Portela Júnior afirmou que vai disputar a re-eleição no final do ano. Você pensa em bater chapa ou vai seguir firme com ele?

Nunca disputaria nada contra Alexi. Tenho sido citado como uma das novas lideranças no clube e como alguém que poderia dar continuidade ao ótimo trabalho do nosso presidente, essa lembrança me deixa feliz, mas hoje não tenho desejo de me candidatar a presidência. Pretendo continuar a ser o VP de Alexi Portela até dezembro e em janeiro embarco para um treinamento nos EUA por 90 dias.

Além disso Alexi tem feito um trabalho admirável, com muita seriedade, comprometimento e dedicação. Assumiu o Vitoria na serie C e nos levou em quatro anos a uma final histórica na Copa do Brasil. Ele foi o grande responsável por essa nossa ascensão. Obvio que tiveram pessoas que o ajudaram, mas ele foi a nossa grande liderança e merece de todos nos respeito e admiração, por isso ele irá  se candidatar a mais um mandato e certamente será eleito por aclamação.

- Pode contar detalhes sobre esse rombo tributário de R$ 5 milhões que o Vitória teve na época em que Jorginho Sampaio presidia o Vitoria SA? Que outras dividas desse período foram apuradas?

Serei suscinto pois não gosto de falar sobre ex-gestores e procuro sempre que possível evitar polêmicas desnecessárias. Resumindo: O Vitoria SA teve um auto de infração nesse montante correspondente ao período de 2006 a 2009 que será defendido pelos advogados do clube, e em relação a outros débitos, ainda não sabemos. O atual gestor contratado para gerir a divida do Vitoria SA solicitou uma auditoria, mas ainda não recebi esse relatório.

- Existe algum projeto do clube que venha a ser colocado em prática no próximos dois anos? Para o Barradão, qual o próximo projeto de melhoria?

Tenho algumas metas de curto prazo: Finalizar os projetos e iniciar as obras de 03 campos, reformar o estacionamento, construir um ginásio de poliesportivo e uma moderna  loja do Vitoria no Barradão com um museu, que será a base do Memorial do Clube, um grande projeto da nossa diretoria de marqueting.  Vamos também concluir junto com nosso diretor jurídico, Raimundo Viana, as negociações com a prefeitura e obter a última certidão que nos falta e também concluiremos o projeto de captação de recursos para nossa base. Nossa meta são R$ 3 milhães e o projeto esta praticamente aprovado no Ministério dos Esportes, faltando detalhes .Porém minha grande meta, se eu continuar no Vitoria, é de médio prazo. Já iniciamos contatos e estamos iniciando a estruturação de uma operação financeira que se bem sucedida permitirá alavancarmos financeiramente o nosso clube e modernizar o nosso estádio.

- Estacionamento e serviços do Barradão, porque tanta deficiência?

Em relação ao estacionamento as chuvas fortes prejudicaram muito nosso estacionamento, mas em breve iniciaremos as reformas. Em relação a entrada o que houve no jogo do Avaí foi pontual e imediatamente corrigido, já no jogo contra o Fluminense o acesso ao estádio ocorreu normalmente. As  principais queixas do nosso torcedor são: segurança apos os jogos, controle de trânsito e transporte público. Observe que essas soluções são de responsabilidade do poder publico. Mantemos constantemente reuniões para tentar minimizar esses problemas, mas infelizmente as ações implantadas, muito tímidas na minha opinião, não resolvem os problemas.

- Você acha que se o Vitória ousar e em 2011 fazer contratações de peso e que entre na série A para brigar pelo título,  poderá atrair o torcedor e ele ser o responsável pelo pagamento mensal deles?

Existe uma diferença enorme entre ousadia e irresponsabilidade. Você gerar despesas fixas (salários), com base em receitas variáveis (bilheteria) é muito arriscado, podemos chegar no meio do caminho sem recursos para honrar nossos compromissos. Essa irresponsabilidade já nos levou a serie C e eu não sou favorável a contratar aqueles que eu não possa pagar. O melhor caminho é tentarmos melhorar ano a ano as nossas receitas, buscar o equilíbrio nas contas, reduzir o passivo e assim aumentar de forma consistente os investimentos na divisão de base, o caminho mais correto para o sucesso.

- Mande um recado para a nação rubro-negra.

Todos nos, diretores, conselheiros e torcedores desejamos títulos, mas não podemos permitir que o Vitória seja conduzido de forma irresponsável.e leviana. Queremos muito contratar estrelas hoje, mas temos o dever de planejar o nosso orçamento para o curto, médio e longo prazo. Acredito no modelo de gestão e de planejamento que estamos implantando. Infelizmente a responsabilidade nos impede de adotar medidas populistas ou fazer essas contratações que alegrariam hoje, mas nos sufocariam no futuro, nos ja vimos esse filme.

Temos que estar vigilantes, não podemos nos iludir com falsas promessas e criticas oportunistas.Temos o dever de afastar do nosso clube os aproveitadores e os incompetentes, essa é a grande missão não só da diretoria e do Conselho mas principalmente da torcida do Vitoria. Podem confiar, estamos no caminho certo!
 

Whatsapp
Mande um Comentário
Os comentários não representam a opinião do portal Galáticos Online. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Ver todos

Publicidade

Fotos

Publicidade

Publicidade