Áudio: Bellintani fala sobre críticas a Nino e defende permanência de Enderson: "Temos confiança"

por Redação Galáticos Online em 10 de Março de 2019 00:00

Mesmo com um a mais, após a expulsão do zagueiro Edcarlos do Vitória aos 20 minutos do segundo tempo, o Bahia não conseguiu converter a posse de bola e a desigualdade numérica em gols. O time comandado por Enderson Moreira ficou no 0 a 0 contra o Leão, neste domingo (10), na Arena Fonte Nova, pelo campeonato baiano. No fim da partida, o zagueiro Jackson, do Bahia, foi advertido com o segundo amarelo e também foi "para o chuveiro" mais cedo.

Após a partida, o presidente do Bahia, Guilherme Bellintani, falou com a equipe dos Galáticos, da Itapuoan FM, e, assim como Gilberto, saiu em defesa do treinador do Bahia, Enderso Moreira.

O Galáticos Online separou, para você torcedor, as principais aspas do cartola. O áudio completo da entrevista também está disponível no SoundCloud.

Sobre o desempenho do time em campo

O Bahia não o avalia o trabalho do treinador isoladamente somente. A gente faz uma avaliação hoje do resultado que, claro, não estão vindo na medida do que a gente imaginava, do que a gente pode. Temos que fazer uma análise do contexto por inteiro. O Bahia está jogando mal? Está deixando a desejar no volume geral de jogo ou na qualidade de seus atletas? Me parece que há um entendimento muito claro sobe que o time pode ir além do que está indo, mas 80% dos jogos tem mostrado superioridade em relação a seus adversários. No geral, falta detalhes. Principalmente a penúltima e última bola.

Sobre Nino Paraíba

Nino vem de 3 ou 4 jogos bons. Lógico, o torcedor faz críticas e acho isso bom para qualquer profissional que queira crescer. A qualidade nos cruzamentos de Nino não são como o torcedor espera e criticam muito ele por isso. Nos últimos dois ou três últimos jogos ele vem segurando muito defensivamente. Mas precisamos de um outro lateral direito. É a única posição que a gente não tem um reserva imediato. Mas acho que devemos ter muito cuidado para achar um culpado. Por exemplo: o culpado é Nino, é o trinador, é Guilherme, que inclusive fez uma boa partida hoje.

Sobre a permanência de Enderson Moreira

Até o adversário que a gente não ganhou a gente foi superior. O jogo contra o Liverpool aqui na Fonte Nova o Bahia massacrou, mas perdeu a partida. Futebol tem disso. A gente está devendo à torcida, mas não existe uma fórmula mágica que vai dizer tira tal treinador e coloca outro. O Bahia vai virar um rodízio de treinador. Eu prefiro apostar em um treinador que mostrou qualidade no ano passado. Poderíamos ter sido campeões da Sul-Americana no ano passado com Enderson. Perdemos na Copa do Brasil para o Palmeiras com um gol no fim, mas jogamos de igual para igual. Nós temos confiança no trabalho de Ederson.

CONFIRA A ENTREVISTA COMPLETA COM GUILHERME BELLINTANI:


Whatsapp
Mande um Comentário
Os comentários não representam a opinião do portal Galáticos Online. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Ver todos

Publicidade

Fotos

Publicidade

Publicidade