Pagina Inicial

/

Coluna Caio Leony

/

Entre chegadas e procuras, reformulação?

Entre chegadas e procuras, reformulação?

Leia a Coluna do Caio Leony

Autor(a): 1

O Esporte Clube Vitória está ativo no mercado para reforçar o seu elenco visando o Brasileirão da Serie B. Após um início pavoroso na temporada 2023, com eliminações para o Nova Iguaçu na Copa do Brasil, na primeira fase da Copa do Nordeste e também no Baianão, onde repetiu o vexame de se quer conseguir se classificar pelo 5° ano consecutivo para a fase final, a crise se instalou, também pudera, né? O estrago foi tamanho, que o presidente Fábio Mota por muito pouco não pediu renúncia. Infelizmente, o motivo foi por ter sua família ameaçada, algo que condeno veementemente, mas o fato é que o mandatário continua no cargo.

Com o tempo como um aliado inesperado (já que não estava nos planos tê-lo), a procura por peças ficou intensa nas últimas semanas e nomes surgiram, mas o que esperar? Já chegaram ao CT Manoel Pontes Tanajura seis peças e três jogadores já foram apresentados. O primeiro foi o goleiro Thiago Rodrigues, experiente, com passagens pelo CSA e Figueirense, e disputou a última Série B pelo Vasco da Gama, onde conseguiu o acesso com a equipe cruz-maltina, obtendo boas atuações. Aprovado? Na minha concepção sim! 

Outro recém-chegado é o zagueiro Yan Souto, de 21 anos, que joga pelo lado direito. O jogador, que é tratado como promissor, foi contratado junto ao Goiás e é uma aposta. Contudo, sendo lapidado, poderá performar melhor como atleta, mas o perfil me agrada, não posso negar!

Marcelo, Pablo Diogo, Zé Hugo e Felipe Vieira, reforços do Vitória — Foto: Divulgação/EC Vitória

Como o nome anterior, o meio-campista Diego ''Fumaça'' foi apresentado na última terça-feira (28), profissional que chegou do Athletic-MG, após se destacar no Campeonato Mineiro. Vem para reforçar o setor de inteligência, poque é meia-central de origem, normalmente utilizado como primeiro homem de meio-campo. Além disso, possui uma idade interessante (28 anos) e, apesar das passagens por times médios do nosso futebol, possui características que podem ajudar em uma competição tão longa. 

Fora os apresentados, já existem jogadores treinando com o elenco, como Pablo Diogo, jogador de 30 anos, lateral-direito de origem, mas também é utilizado como ponta, o que é útil para mudanças táticas no time. O outro é o José Hugo, de 23 anos, um atacante que inciou sua trajetória no Azuriz-PR e estava no Santo André-SP, onde, inclusive, fez um belo gol contra o Corinthians, no Paulistão deste ano, após vencer na corrida o zagueiro Balbuena e tocar no canto superior direito do goleiro. Apesar disso, foi seu único destaque e peca por não ser um jogador de grande velocidade, mas quem sabe pode desabrochar no Vitória? Só o tempo dirá!

Por último, o Rubro-negro se reforçou duplamente na lateral-esquerda com Felipe Vieira e Marcelo, posição que grita a sua carência há muito tempo nessa equipe. A diretoria segue novamente o estilo de apostar em jogadores mais novos. O primeiro citado tem 23 anos e veio do Londrina, após 11 partidas em 2023, onde deu duas assistências, e possui como características a boa chegada à linha de fundo e sua força física. Vieira terá tempo para se tornar importante no Leão. Já Marcelo, estava no São José-RS e é mais um jovem (24 anos) que chega como uma alternativa para o setor.

Bom, se você foi generoso e chegou até esse parágrafo da coluna, deve estar se perguntando: Então, todos os contratados do Vitória são ótimos? Veja, as análises que fiz nesse texto são exatamente o que eles podem entregar individualmente, porém, existe uma frase muito importante que sempre vou repetir em casos como esse: Para dar certo existe um conjunto de fatores preponderantes, como o modelo de jogo, sistema tático, parte física, psicológica e técnica, que cada jogador enfrenta individualmente e coletivamente. Se vai dar certo? Esse é um papo para novas colunas….

Foto: Pietro Carpi/ECV

SIGA-NOS

GRUPO

© Copyright Galáticos Online. All Rights Reserved

Designed by