David Luiz relembra jogos na Série C pelo Vitória: "Tive inúmeras histórias legais"

Autor(a): Redação Galáticos Online (Twitter - @galaticosonline) em 11 de Setembro de 2019 08:45
Foto: Divulgação

Com passagem pela seleção brasileira, o atual zagueiro do Arsenal viveu momentos marcantes ao longo do tempo que jogou a Série C. Com inúmeras histórias inusitadas, a competição já foi a casa de estrelas do futebol nacional, entre elas, David Luiz. Em entrevista ao DAZN, o zagueiro do Arsenal relembrou momentos aleatórios que ocorreram durante o tempo no qual disputou a Série C, pelo Vitória, em 2006.

“Tive inúmeras histórias legais na Série C, primeiro que era o meu começo no futebol e o amor que eu sentia de jogar lá é até hoje o amor que eu sinto de jogar futebol”. A frase faz recordações aos momentos marcantes da carreira do jogador na terceira divisão do futebol brasileiro. Na época, jovem revelação do Vitória, o defensor chamou a atenção da comissão técnica nas primeira partidas que disputou com o time baiano e logo ganhou a titularidade no elenco principal. 

Nas categorias de base do clube, David recordou o motivo pelo qual conseguiu atuar junto ao elenco principal do Vitória que, naquela época, passava por dificuldades financeiras e vivia um dos piores momentos da história do time com o rebaixamento para a Série C: “Era um time onde a gente só teve a oportunidade de jogar muito jovem porque o Vitória quando desceu para terceira divisão não tinha como contratar jogadores. Então a gente teve as nossas oportunidades”.

Entre os 19 e 20 anos, o zagueiro que dava início a carreira profissional enfrentou diversas adversidades a respeito da logística, gramados e estádios na Série C. E, ao longo do bate-papo, o atleta do Arsenal comentou sobre alguns casos que o marcaram como por exemplo, jogar em temperaturas acima de 41º graus e até mesmo “torcida fake”

“Lembro uma vez que fui jogar em Belém às 10h da manhã onde a temperatura estava 41º graus mas com a sensação [térmica] de 50º. Na época o Apodi jogada comigo e ele era muito rápido… ele deu dois ‘piques’ e com 10 minutos [de jogo] já estava caído no chão com muito calor e quase desmaiando”, disse David rindo ao lembrar o episódio que não foi o único que entrou para a memória conforme o zagueiro conta a seguir.

“Outra vez a gente jogou contra o River, do Piauí, e nós fomos aquecer [no gramado] e não tinha ninguém no estádio. Quando voltamos para o vestiário escutamos uns gritos, a gente pensou que os torcedores tinham chegado, mas quando fomos para o campo o pessoal tinha colocado alto falantes no estádio só para fazer o som ambiente”.

Apesar das histórias seguirem na contramão da elite do futebol brasileiro, a Série A, o zagueiro demonstrou ser grato acerca dos momentos que viveu na Série C. “Eu sou eternamente grato por tudo que o Vitória fez por mim e por essa oportunidade que tive de viver momentos na Série C onde a paixão superava qualquer dificuldade”, e seguiu.

“Eu desejo a todo mundo que jogue na Série C que continue lutando, batalhando e amando o futebol porque quem manda nos nossos propósitos é Deus, mas quem vai em busca deles somos nós”.


Whatsapp
Mande um Comentário
Os comentários não representam a opinião do portal Galáticos Online. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Mais noticias


Ver todos

Publicidade

Fotos

Publicidade

Publicidade