Beto Silveira, diretor de Futebol do Vitória

por em 07 de Janeiro de 2011 00:00

Entrevista concedida ao repórter do Galáticos Online, Thiego Souza
 
- Quem é Carlos Alberto Silveira?
 
Sou um pequeno empresário do ramo têxtil. Nasci em Divisópolis, no estado de Minas Gerais. Vim para Conquista quando era pequeno e depois vim para Salvador quando passei a gostar do Vitória. Sempre me identifiquei com o clube, com as coisas do Vitória e sempre que fui convidado a ajudar estive presente.
 
- Com quem foi que você aprendeu a torcer e gostar do Vitória?
 
Lá em Vitória da Conquista tinha muito torcedor do Bahia e eu sempre fui para o outro lado. Então falei que vou ficar com esse vermelho e preto, é esse que eu quero!
 
- Quantos anos você tem como Conselheiro do Vitória?
 
40 anos. 
 
- Quais cargos você teve dentro do Vitória?
 
Já fui diretor de Futebol duas vezes com o Zé Rocha. Ajudei muito o “Manequinha”, meu saudoso amigo Maneca, o “Ademarzinho”, e agora o Alexi, que me convidou para ajudar no Departamento de Esportes Olímpicos. Agora no final do ano surgiu a idéia de ajudar o Epifanio no futebol profissional e depois o Alexi me convidou para assumir o futebol profissional e estou aqui dia e noite trabalhando para que a gente consiga alcançar os nossos objetivos.
 
- Você foi diretor de Futebol quando o presidente era José Rocha. Como foi aquela experiência?
 
Foi muito difícil naquela época. Hoje as coisas estão mais fáceis, as informações chegam até você e só contrata errado se quiser. Mas, graças a Deus conseguimos um título baiano e naquela época era difícil ganhar campeonato baiano. Quase conseguimos o bi, mas em um erro do meu amigo Manoel Serapião, perdemos. Depois ele chegou na televisão e confessou que errou, mas já era tarde. O Vitória é Vitória depois de Zé Rocha.
 
- O que faz o conselheiro de um clube?
 
Tem o conselheiro que diz apenas que é conselheiro, mas tem aqueles atuantes e no Vitória tem muitos. No meu departamento médico tem vários que ligam querendo ajudar, querendo saber como estão as coisas. O Conselho do clube é o que aprova as grandes decisões o que o Conselho Diretor toma.
 
- Já como diretor de Futebol, qual o grande desafio?
 
Aqui o desafio é todo dia, mas o desafio inicial é o pentacampeonato baiano. Nesse intervalo tem a Copa do Brasil e tem a grande meta que é voltar para a série A e estamos trabalhando para isso, tanto que vamos montar apenas um time e que vai ficar até 2012. Não vamos contratar jogadores médios e sim jogadores com nível para todo o ano.
 
- Se o Vitória for campeão baiano, da Copa do Brasil, mas não voltar para a série A, o ano valeu a pena?
 
Não! Nosso objetivo número 1 é a série A. Série A é tudo aqui. Nosso Abecedário aqui só tem a letra A, o resto depois a gente.
 
- Qual a função de um diretor de Futebol?
 
O diretor de Futebol é aquele que alinha as coisas, que dá última palavra nas contratações, nas dispensas, nos empréstimos. Estamos em sintonia com o departamento médico, físico, almoxarifado, então isso aqui é uma “bola grande” que tocamos de vez.
 
- É verdade que o Vitória quer criar um Conselho Fiscal para avaliar todos os gastos do clube durante o mês?
 
Geralmente nas empresas tem o caixa diário, mensal e anual. A idéia do Falcão é fazer um caixa mensal. Dia 31 fecha, vamos ver o que gastou. Depois o Conselho Fiscal entra e analisa aquelas despesas. Eu acho legal porque se tiver um erro conserta logo.
 
- Quais estão sendo os principais critérios de avaliação na hora de contratar um jogador?
 
Você viu quantas ofertas de jogador nós recebemos? Se fosse para contratar vinte jogadores já teríamos contratado. Volto a dizer, estamos contratando qualidade. Ano passado contratamos vinte e nove jogadores e o clube caiu. Vamos contratar jogadores de nível.
 
- Quantos jogadores a diretoria pretende contratar até o inicio de fevereiro?
 
Cinco a seis jogadores para fevereiro está de bom tamanho. 
 
- Você acha que o fato do Vitória ter Antônio Lopes como treinador e Yamato como gerente, que são nomes conhecidos no futebol, pode facilitar a vinda de jogadores de nível para o clube?
 
Sem duvida! Lopes levanta o telefone e fala com Felipão, Luxemburgo, Mano, então o relacionamento dele é o melhor possível e o Yamato também. O presidente Alexi teve no Rio e falou com os presidente do Vasco, Botafogo, Flamengo, Fluminense, com pessoas de nível e isso facilitarão as coisas para o Vitória.
 
- Qual mensagem você pode deixar ao torcedor do Vitória?
 
Confiança! Podem confiar na diretoria que estamos conversando todos os dias, somos cinco trabalhando e vamos montar um ótimo time. Vamos ser campeões brasileiros da série B, esse é o nosso objetivo e iremos montar uma equipe boa para 2011.



Whatsapp
Mande um Comentário
Os comentários não representam a opinião do portal Galáticos Online. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Ver todos

Publicidade

Fotos

Publicidade

Publicidade