Robinson Almeida lamenta polêmica em torno da candidatura de PC: "fica uma instabilidade jurídica"

Autor(a): Redação Galáticos Online (Twitter - @galaticosonline) em 23 de Abril de 2019 22:00
Foto: Galáticos Online

Esta terça-feira (23), véspera da eleição do Vitória, foi marcada pela polêmica em torno da candidatura de Paulo Carneiro. No início da tarde. a desembargadora Márcia Borges Farias remeteu à Comissão Eleitoral do clube a decisão de deferir, ou indeferir, a candidatura do ex-presidente.

Porém, já no início da noite, a desembargadora voltou atrás, manteve a candidatura, mas colocou o pleito do Rubro-negro como sub judice para uma posterior decisão.

Em entrevista à Equipe dos Galáticos, o presidente do Conselho Deliberativo do clube, Robinson Almeida, lamentou a situação. "Hoje à tarde, às 14h55, saiu uma decisão da juíza, em que ela remetia para a Comissão Eleitoral a decisão sobre a legitimidade da candidatura de Paulo Carneiro. Às 19h10, ela reformou sua própria decisão e considerou a candidatura de Paulo Carneiro como legítima. Fica com uma instabilidade jurídica. Amanhã pode ter outra decisão. Depois da eleição também pode ter outra decisão", disse. 

O deputado estadual, porém, comemorou a realização da eleição nesta quarta (24) e pediu que o imbróglio jurídico não prejudique o processo eleitoral e tentativa de recuperação do Leão. "Temos eleição amanhã, com mais 2.800 sócios habilitados a votar. Em dois meses e meio, com muito diálogo, conseguimos antecipar a eleição. Amanhã é o coroamento da decisão que a Assembleia Geral tomou de antecipar a eleição. Espero que essa condição sub judice não venha a atrapalhar. O Vitória precisa de uma trégua, precisamos parar com a luta política para recuperar o clube", completou.


Whatsapp
Mande um Comentário
Os comentários não representam a opinião do portal Galáticos Online. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Mais noticias


Ver todos

Publicidade

Fotos

Publicidade

Publicidade