Chamusca lamenta resultado, reclama da arbitragem e comenta críticas da torcida

Autor(a): Redação Galáticos Online (Twitter - @galaticosonline) em 15 de Março de 2019 00:30
Foto: Maurícia da Matta / EC Vitória

O empate com o Confiança teve sabor de derrota para o Vitória. O Rubro-Negro precisava do triunfo para voltar ao G-4 do Grupo A da Copa do Nordeste.

Após a partida, o técnico Marcelo Chamusca lamentou o resultado e apontou as falhas da equipe na partida. "O resultado foi ruim, por nossa condição de tabela, pelo momento. Tínhamos uma necessidade muito grande de voltar a vencer. Começamos muito bem o jogo, fizemos logo 1 a 0, mas depois começamos a errar, a fazer muita ligação direta. Perdemos a segunda bola. Depois da expulsão do Rodrigo Andrade, ficou ainda mais difícil".

Ainda sobre Rodrigo Andrade, o treinador reconheceu que o volante tem tomado cartões em excesso. "A gente vai ter que intervir, conversar com o atleta. É um atleta de qualidade, gosta da bola, tem bom poder de organização. É um atleta fisicamente muito forte e não deveria chegar atrasado na jogada. Hoje, mais uma vez, ele foi muito infeliz nas intervenções".

Já sobre a insistência em escalar Wesley, o comandante tentou justificar. "A ideia das escalações não foi pensando apenas em um jogo, foi pensando nos dois (hoje e domingo, contra o Fluminense), já que teremos pouco tempo de recuperação. Estudamos bola aérea do adversário e achamos interessante manter o Wesley, que tem boa estatura, tem boa primeira bola e marca bem dentro da área. Tínhamos que dar uma segurada no Léo, para dar condição a ele para o próximo jogo. E o Vilela estava muito desgastado".

Mas, Chamusca também reclamou da arbitragem na marcação do pênalti e do impedimento de Andrigo, que ficaria de cara para o gol. "Algumas coisas estranhas. Marcação de um pênalti onde nosso atleta pega apenas na bola. Em nenhum momento toca no adversário. Depois, o assistente marcou um impedimento meio bizarro, o zagueiro dando condição para o Andrigo. Aconteceram coisas estranhas com relação a arbitragem".

Por fim, o técnico comentou sobre as críticas da torcida, reconheceu que o time não está rendendo, mas defendeu seu trabalho. "Sei da grandeza do Vitória. O Vitória era para estar puxando a competição, pelo investimento que tem, pela estrutura. Com todo respeito a Confiança, Botafogo-PB, que merecem nosso respeito, o Vitória tem que se sobrepor a todos eles, fazer jogo de imposição. Não estamos conseguindo, não estamos fazendo prevalecer nossa estrutura, nosso investimento, e estamos sofrendo muito para ganhar os jogos. Acho que o descontentamento do torcedor é plausível, ele tem toda razão. Também estou descontente com tudo que está acontecendo. Estou trabalhando dentro do meu máximo, fazendo tudo que posso fazer. Estou mexendo, tentando mudar, já mudamos sistema, jogador. Todo jogo tentamos criar algo diferente. Mas, infelizmente, ainda não conseguimos entregar ao torcedor o resultado que ele espera", encerrou.


Whatsapp
Mande um Comentário
Os comentários não representam a opinião do portal Galáticos Online. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Mais noticias


Ver todos

Publicidade

Fotos

Publicidade

Publicidade