"Abriram a casa, e estou colhendo os frutos junto com eles", diz Gilberto sobre parceria com o Bahia

Autor(a): Redação Galáticos Online em 13 de Agosto de 2019 11:45
Foto: Felipe Oliveira/ECB

Gilberto reencontrou o caminho das redes e marcou cinco gols pelo Bahia nos últimos dois jogos. Com os tentos marcados, o atacante subiu no ranking de artilharia da Série A e chegou aos 22 gols na temporada, dividindo o posto de principal goleador do ano no futebol brasileiro com Gabriel Barbosa, do Flamengo.

Durante entrevista coletiva na manhã desta terça-feira (13), o camisa 9 pontuou o sucesso que está sendo sua passagem pelo Bahia. No Tricolor desde junho de 2018, ele acumula 31 gols em 62 partidas, média de 0,5 gol por jogo.

"Fico feliz pelo momento, acho que vivi um momento de aprendizado há um tempo atrás, antes de chegar no Bahia. Cheguei no Bahia em um momento do time em ascensão. O time precisava de alguém para fazer gol, e eu precisava jogar. Abriram a casa, e estou colhendo junto com eles os frutos da parceria que foi bem montada", disse. 

Gilberto também destacou a ajuda que recebe dos companheiros de time para conseguir balançar as redes lá na frente. 

"Ninguém consegue fazer gol sozinho. O sistema todo está funcionando. Desde quando a bola sai do goleiro está funcionando bem. A gente sabe da responsabilidade que tem sim, de poder sempre estar ajudando a equipe. Todos estão sabendo lidar bem com a situação, procurando ajudar um ao outro. Caso no próximo jogo eu tenha oportunidade de tocar para um companheiro, pode ter certeza que vou tocar. O importante é estar todo estar mundo feliz e mais importante ainda é conquistar três pontos e continuar subindo na tabela".

Por fim, o atacante falou sobre a partida contra o Goiás no próximo domingo. Segundo ele, será um jogo difícil, com um concentrado em defender e buscar contragolpes.

"Os jogos [contra Flamengo e Palmeiras] são passado. Esse contra o Goiás vai ser o mais difícil para nós. Vai ser um jogo muito difícil, assim como foi contra a Chapecoense. Muito truncado, muito difícil de acessar, com poucas oportunidades. A gente já está prevendo esse tipo de jogo. Goiás não vem com bons resultados, vai se fechar, explorar o contra-ataque. A gente tem que estar bem ciente disso, sabendo que vai ser muito difícil. A gente está buscando escutar o Roger durante a semana para poder ter mais noção do que vai acontecer para saber lidar com cada situação".  


Whatsapp
Mande um Comentário
Os comentários não representam a opinião do portal Galáticos Online. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Mais noticias


Ver todos

Publicidade

Fotos

Publicidade

Publicidade