Marcelo Chamusca explica motivos que o fizeram optar pelo Vitória: "Estarei em casa"

Autor(a): Redação Galáticos Online (Twitter - @galaticosonline) em 07 de Dezembro de 2018 08:15
Foto: Reprodução

Após encerrar as negociações com Gilson Kleina, o Vitória acertou a contratação do seu novo técnico. O escolhido foi Marcelo Chamusca. Natural de Salvador, Chamusca, de 52 anos, chegou anunciado como novo treinador do Oeste há dois dias. Porém, o baiano ainda não havia assinado contrato com o clube paulista.

No site do clube paulista, o treinador até chegou a expressar a felicidade pelo acerto para o trabalho em 2019. 

“Estou muito feliz pelo acerto com o Oeste. É uma grande oportunidade de iniciar um trabalho, participar da montagem da equipe, fazer uma boa pré-temporada. É um clube que tem um calendário bom. Vamos jogar um Campeonato Paulista, que é a competição estadual mais importante do país, jogar a Copa do Brasil e Série B, que eu já tive êxito, então estou muito contente por esse acordo feito com a diretoria”, declarou Chamusca.

Em 2018, o último trabalho de Chamusca foi na Ponte Preta, de onde foi demitido em setembro. O profissional iniciou a carreira de técnico no próprio Vitória, em 1993, no time juvenil. No Rubro-Negro, ele também comandou o time de juniores e foi auxiliar técnico do irmão Péricles Chamusca, no profissional.

Marcelo Chamusca também acumula passagens por Sport, Bahia, Palmeiras do Nordeste, São Caetano, CRB, Goiás, Botafogo, Oita Trinita-JAP, Avaí, Al-Arabi, Al-Jaish, Vitória da Conquista, Fortaleza, Atlético-GO, Sampaio Corrêa e Paysandu. O novo treinador terá vínculo com o Leão até 30 de novembro de 2019.

Após o anuncio oficial do rubro-negro, o comandante ultilizou sua conta no Instagram para agradecer ao clube paulista e explicar os seus motivos por preferir o Vitória, voltando pra casa.

"Dias atrás o Oeste Futebol Clube me apresentou um interessante projeto para a disputa da Série A1 do Paulistão e da Série B do Brasileiro, e me juntei à equipe. Porém, por questões que vão muito além da parte financeira, precisei rever minha posição. 

Sou de Salvador e tive minha primeira experiência como treinador de futebol nas categorias de base do Vitória. A dívida de gratidão que eu possuía com o clube por ter me apresentado à essa profissão era algo que carreguei por toda minha carreira. Nesta quinta, tive a chance de retribuir isso. 

Ser um treinador de futebol significa passar muito tempo longe de sua família. Viajar por todo o Brasil, sentir saudades de estar com quem você ama. Neste momento, senti que era hora de me reconectar às minhas raízes. 

Estarei em casa, perto de minha família, em um clube que aprendi a admirar desde cedo. 

Agradeço imensamente ao Oeste Futebol Clube pelo convite e, sem dúvidas, seguirei acompanhando à distância um projeto que tem tudo para ser bem sucedido. Mas era a hora de eu voltar para casa.

Obrigado pela oportunidade @ecvitoriaoficial".


Whatsapp
Mande um Comentário
Os comentários não representam a opinião do portal Galáticos Online. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Mais noticias


Ver todos

Publicidade

Fotos

Publicidade

Publicidade