Com um jogador a mais desde a primeira etapa, Bahia não sai do zero no primeiro jogo da final

Autor(a): Redação Galáticos Online (Twitter - @galaticosonline) em 05 de Agosto de 2020 23:26
Foto: Felipe Oliveira / Divulgação / EC Bahia

Buscando um alento após a perda da Copa do Nordeste, o Bahia enfrentou o Atlético-BA pela final do Campeonato Baiano e, teve um jogo duro até a expulsão do volante do Carcará, Makelele, aos 35 minutos do primeiro tempo. Após ficar com superioridade numérica em campo, o Bahia partiu para o ataque e teve boas chances para abrir o placar na prameira, mas os erros de finalização que assombraram o Tricolor contra o Jacuipense no último domingo continuaram presentes.

A segunda etapa começou da maneira que o primeiro tempo terminou, com o Bahia pressionando atrás do primeiro gol, mas mesmo com um a mais, o Bahia abusou de perder gols e não conseguiu sair do 0 a 0 com o aguerrido Atlético-BA. Então, tudo igual para a grande final, que vai ser disputada no sábado (8), às 16h30, no mesmo estádio de Pituaçu


PRIMEIRO TEMPO

O jogo começou equilibrado, com os dois times se estudando, mas aos 3 minutos de jogo, Ernando perdeu a bola no campo de defesa e deu um grande presente para Edilson, que chutou rasteiro. Douglas espalmou para o meio da área, e Tobinha, sozinho, perdeu um gol particamente feito, ao chutar por cima do gol.

Com maior posse de bola, mas sem muita efetividade, o Bahia só conseguiu chegar com perigo à área do goleiro Fábio Lima, aos 11', quando numa bela triangulação pela esquerda, Daniel invadiu a área e tentou cruzar rasteiro para Saldanha, que estava sozinho, mas jogou nas mãos do goleiro.

O primeiro tempo, do primeiro jogo da final, estava morno, até que Saldanha, aos 31', enganou o goleiro e ficou de cara para o goleiro que saiu da grande área. O atacante Tricolor tocou rápido para trás e encontrou Marco Antônio, que chutou para fora, mesmo com o gol vazio. Após o fim da jogada, o árbitro marcou impedimento.

Aos 35', Saldanha recebe ótimo passe e sai rápido, para invadir a grande área, mas é puado por Makelele que, como era o último homem, foi prontamente expulso pelo árbitro.

Com vantagem numérica em campo, O Bahia partiu para o ataque e, aos 37', Elton sai de cara com o goleiro, mas finalizou em cima de Fábio Lima.

O Bahia chegou com perigo novamente após pressionar o Atlético, e num cruzamento de Zeca, aos 43', Fábio Lima saiu mal do gol e deixou a bola nos pés de Jadson, que assustado, errou a chute e mandou pela linha de fundo.

Novamente, após pressão, Saldanha, destaque do primeiro tempo, fez bela jogada pela esquerda e cruzou para Marco Antônio, que errou o chute e mandou por cima do gol.

SEGUNDO TEMPO

Tentando aproveitar o fato de ter um jogador a mais em campo, o Bahia partiu para o ataque e aos 7', Nino cruzou para Clayson, que cabeceou em cima de Eduardo. Um minuto depois, numa bonita tabela entre Saldanha e Marco Antônio, o atacante fez Fábio Lima se esticar para fazer a defesa.

Aos 10', Zeca acertou um belíssimo chute da entrada da área, mas acertou o travessão. Assim como no primeiro tempo, o Bahia seguiu perdendo boas oportunidades para abrir o placar.

Mostrando que não estava morto na partida, aos 20', o Atlético-BA chegou com muito perigo num chute de fora da área do atacante Tobinha, que obrigou Douglas a fazer uma bela defesa.

Aos 38', o aguerrido time do Atlético-BA partiu para o ataque e Vitinho, após receber belo lançamento, ficou cara a cara com o gol, mas finalizou mal.


FICHA TÉCNICA:

Atlético-BA X Bahia 
Local: Estádio Pituaçu, em Salvador (BA)
Data: 05 de agosto de 2020 (quarta-feira)
Horário: 21h30 (Brasília)
Árbitro: Diego Pombo Lopez
Assistentes: Paulo de Tarso Bregalda e Marcos Welb
Cartão Amarelo: Fábio Lima
Cartão Vermelho: Makelele (ATL), Daniel (BAH)

Atlético-BA: 

Fábio; Paulinho, Mailson (Saulo), Eduardo e Filipinho; Makelele, Dedeco, Tobinha e Edilson (Lucas Alisson); Russo (Vitinho) e Magno Alves (Edson). Técnico: Agnaldo Liz.

Bahia:  

Douglas, Wanderson, Nino Paraíba (João Pedro), Ernando, Zeca, Jádson (Alesson), Ronaldo, Élton (Clayson), Marco Antônio, Daniel (Caíque) e Saldanha. Técnico: Roger Machado


Whatsapp
Mande um Comentário
Os comentários não representam a opinião do portal Galáticos Online. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Mais noticias


Ver todos

Publicidade

Fotos

Publicidade

Publicidade