Jorge Sampaio, vice-executivo do Vitória

por em 29 de Maio de 2009 00:00

Galáticos online: Fale sobre sua chegada ao Vitória em 2006, quando você encontrou o time na 3º divisão e mergulhado em dividas?
Jorge Sampaio: Bom, eu sou Jorge Sampaio cheguei ao Vitória em meados de 2006, encontrei o Vitória em uma situação muito difícil, vim aqui para substituir o Presidente Alex Portela que não teve condições de continuar na Presidência por problemas particulares e profissionais nas empresas dele e nós assumimos o Vitória em uma situação muito difícil, tinha acabado de perder o campeonato para o Colo-Colo, onde seriamos penta-campeões e estávamos para começar a famigerada série C. A situação era muito difícil, um caos administrativo muito grande e nós procuramos regularizar todos os problemas.
 
Galaticos online: Como era o ambiente no Vitória naquela época?
Jorge Sampaio: Nós procuramos resgatar e trazer um bom ambiente de trabalho dentro do clube e conseguimos isso, tivemos êxito total em todas as competições que participamos, porque fomos três vezes campeões baianos e subimos de primeira da “C” para “B” e, na seqüência, direto da série B para a primeira divisão. Portanto é uma participação digna e agradecemos a união de todos e o bom ambiente dentro do Clube. Continuamos aqui dentro do Vitória, com o bom ambiente que plantamos e isso é fundamental para que a bola entre e para que as conquistas cheguem ao nosso Clube.
 
Galáticos online: Como é hoje o seu relacionamento com o Presidente Alex Portela Júnior?
Jorge Sampaio: Alex me convidou para substituí-lo junto com Ademar Lemos e Albérico Mascarenhas, pessoas que me convidaram e me deram total apoio. Alex comprometeu-se comigo, que estava passando o bastão e sempre esteve do meu lado, nunca me abandonou, portanto Alex é um amigo que o futebol me deu. Estudávamos no mesmo colégio e nos víamos muito nos Aeroportos e também nas cadeiras do Barradão, mas não tínhamos uma amizade sólida. Hoje nós temos uma amizade e eu tenho uma gratidão muito grande por esse homem que faz muito pelo Vitória. Em momento algum ele se afastou, portanto Alex é mais que um amigo, prá mim é um irmão.
 
Galáticos online: Como você ve a oposição ao seu trabalho dentro do Vitória? Existe injustiça por parte de alguns conselheiros que querem a sua saída do cargo que você ocupa? 
Jorge Sampaio: Primeiro, esclarecer qual é o cargo que eu exerço aqui no Clube. Eu souVice Presidente Executivo, alguns me chamam de Gestor de Futebol, Vice-Presidente deFutebol e até Presidente. Eu ainda continuo sendo presidente do Vitória S.A, porque o Vitória S.A não está extinto, só desativado, recolhido em processo de extinção, mais ainda não foi extinto. Eu ainda assino e sou o presidente do Vitória S.A. Hoje acumulo o cargo de vice-presidente executivo do clube, sou remunerado, dou tempo integral ao Vitória e cuido de diversas áreas. Cuido do marketing, do patrimônio e também ajudo nas divisões de base. Com todas essas atribuições e ainda diretamente ligado ao futebol profissional. Eu sou vice-presidente executivo do Vitória. 
Quanto à oposição, ela sempre vai existir. Acho que hoje no Vitória ela é muito pequena, não tem força, mas existe e sempre vai existir. Eu só me sinto injustiçado quando atinge a minha moral ou invadem a minha vida particular, as criticas ao vice-presidente ou ao Diretor Jorge Sampaio são muito bem recebidas, muito bem assimiladas por mim, tenho maturidade para ouvir criticas da imprensa ou do conselho do Vitória e até mesmo da torcida, onde qualquer pessoa que tem um cargo cobiçado, como eu tenho, tem que assimilar as criticas. Eu não tenho nenhum apego ao cargo que ocupo, estou aqui exercendo uma função de muita honra pra mim. Eu sou um torcedor do Vitória que está dirigente, não pretendo demorar muito no cargo. Agora, qualquer critica ou qualquer colocação que não atinja a minha vida pessoal, a minha família ou a minha honra, eu recebo bem. Fora isso, eu acho covardia, acho baixaria. Não é porque a pessoa atinge notoriedade que é ladrão, viado ou corno. Eu não sou nada disso, sou uma pessoa séria, casado com uma mulher honrada, digna. Sou pai de uma futura jornalista, que em breve será colega de vocês.
 
Galáticos online: Tem algum Tricolor na sua família?
Jorge Sampaio: No meu núcleo familiar, todos são Vitória. Meu pai era um rubro-negro apaixonado. Hoje já falecido, me ensinou o amor por esse Clube, me levava para Fonte Nova ainda muito pequeno para ver o Vitória jogar. Minha mãe é Vitória até hoje e acompanha todos os jogos. Está viva, forte e até hoje vibra muito. Todo meu núcleo familiar é Vitória, apenas um cunhado que é Bahia.
                                       
Galáticos online: Marcelo Guimarães Filho te chamou de engraçado. Você se acha uma pessoa engraçada?
Jorge Sampaio: Gosto muito de Marcelinho, trata-se de uma pessoa íntegra, um parlamentar exemplar, me trata muito bem, mas não entendi direito a colocação dele. Fui pego de surpresa quando a Rádio Itapoan colocou no ar para eu ouvir, e acho que você, para chamar um homem de engraçado, ou tem muita intimidade com ele, ou você está querendo denegrir. Respondi o que tinha que responder, neguei ser um cara engraçado, me acho um cara com bom humor, positivo, mas engraçado, nesse tom pejorativo, eu não aceito essa colocação para mi, e não chamo nenhum outro homem de engraçado. Respondi a altura e para mim o episódio está encerrado.
 
Galáticos online: Qual é o seu grande sonho dentro do Vitória? Você já passou alguma decepção dentro do Clube?
Jorge Sampaio: Meu grande sonho é acabar com aquela parte pequena da oposição dentro do Vitória. Acho que o Vitória tem que está unido. Acho que quem é Vitória é irmão, companheiro, está no mesmo lado e não pode ter dissidência, não pode ter ninguém contra o clube. Eu fui remador na minha juventude e se algum remador não estiver sincronizado, o barco não anda. Aqui no Vitória é um barco, que todos temos que remar juntos. Aqui todos somos irmãos e buscamos os mesmos objetivos, buscando botar esse barco para frente. Esse é o meu grande sonho no Vitória. Decepção rapaz! O Vitória me dá muito mais do que eu dou ao Vitória, é importante falar que alguns arrotam e vivem dizendo ‘Que eu fiz o Vitória, eu fiz aquilo, eu construir o Barradão’. No meu caso não. Eu me dedico ao Vitória, o Vitória me dá muito mais do que eu dou ao Vitória.
 
Galáticos online: Um recado ao nosso leitor e ao torcedor Rubro-Negro.
Jorge Sampaio: Um grande abraço a todos e vamos torcer juntos por uma bela campanha neste ano no Campeonato Brasileiro. E que Deus abençoe a todos nós.

O diretor executivo do Vitória, Jorge Sampaio, foi entrevistado elo repórter Nilson Luiz.

Whatsapp
Mande um Comentário
Os comentários não representam a opinião do portal Galáticos Online. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Ver todos

Publicidade

Fotos

Publicidade

Publicidade