Viva Pelé! Feliz aniversário Rei do Futebol!

por Tarso Duarte (@tarsoduarte) em 23 de Outubro de 2015 11:38

Não, eu não fui a um estádio e nem sequer era nascido quando o Rei do Futebol dava shows jogo sim e outro também. Isso não me impede, no entanto, de parabenizar e comemorar os 75 anos daquele que talvez seja o maior esportista de todos os tempos, nesta sexta-feira (23).
 
Ele pode não ser unanimidade, tem gente que cita Maradona, Cristiano Ronaldo, Messi...mas os números, conquistas e feitos do homem que fez do Santos um time gigante são, na opinião deste jovem jornalista, inalcançáveis.
 
Quatro copas do mundo disputadas, três conquistadas. Mais de 1.200 gols marcados. Campeão mundial com 17 anos. Ainda como jogador, ciente do que representava, espalhou lições que continuam válidas para o futebol.
 
Como ex-atleta, acumula sucessos e insucessos, com declarações que nem representaram bem os desejos dos brasileiros apaixonados por futebol. O Edson Arantes do Nascimento pareceu por muitas vezes uma pessoa completamente diferente daquele que foi conhecido como Pelé, mas isso não apaga nem mancha tudo aquilo que o atleta fez em campo, aquilo tudo que não veremos outra vez.

Obrigado Pelé, feliz aniversário, que você  ainda tenha muitos anos de vida pela frente.
 
O texto a seguir é do apresentador Milton Neves, que conta um pouco da história de Pelé. Para o santista assumido, hoje 23 de outubro é o Natal do futebol.
 
E Pelé chega aos 75 anos goleando em imortalidade e fotos até mesmo os presidentes americanos e os papas de plantão no Vaticano.

É que Papa morre ou fica velho e sai.

Presidente americano morre, perde eleição ou cumpre oito anos e sai.

Já Pelé não morre e não sai nunca.
 
Falar mais do maior jogador de futebol de todos os tempos seria redundância, já que ele é uma referência para qualquer pessoa que se interesse por esporte, independentemente de idade, sexo, time ou nacionalidade.

Pelé é a pessoa melhor dotada por Deus para exercício de uma atividade específica.

Talvez seja o único ser humano a ter atingido a perfeição em sua especialidade.

Sim, pense aí, caro internauta, em qualquer gênio da história, em todos os campos, e eles merecerão notas tipo 9.5, 9.6, 9.7, 9.8, 9.9, mas 10.0? só Pelé!!!
 
Mas, ressalvamos aqui que “o futebol é a coisa mais importante dentre as menos importantes”, conforme ensinou o italiano Arrigo Sacchi.
E o Santos inventou Pelé.

Ou foi o Waldemar de Brito?

Ou foi o Lula?

Não, foi Dona Celeste, a mãe da bola.

Se 23 de outubro é o natal do futebol a partir de uma manjedoura de Três Corações-MG, Dona Celeste é Maria e Dondinho, o José.
Deus casou os dois, contrário ao severo pai de Celeste que ordenou que ela largasse “desse namoradinho, porque jogador de bola não presta”, ela me contou, ao vivo, na Rádio Jovem Pan, em 1999.

Sapeca, desobedeceu o pai.

Graças a Deus!

Aí, surgiu a bola, nasceu o futebol, criou-se o Santos do mundo, Três Corações virou Belém, Lula, Waldemar de Brito e Athiê Jorge Cury os novos Reis Magos, Dondinho foi José e Dona Celeste, a Santa Maria.

Ah, Dona Celeste, nunca ninguém no mundo jogou tão bem quanto a senhora!

Obrigado.

Celeste Arantes do Nascimento, a mais competente mãe do mundo e já 75 vezes Prêmio Nobel de Criatividade pela mais fantástica invenção da terra: o futebol!

Ou seria Pelébol?


Whatsapp

Mande um Comentário
Os comentários não representam a opinião do portal Galáticos Online. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Ver todos

Publicidade

Fotos

Publicidade

Publicidade