Só um milagre

por Edson Almeida em 10 de Novembro de 2014 10:59

Só mesmo um milagre poderá salvar nossos dois clubes da tragédia de uma segunda divisão. O Vitória, que encabeça o grupo condenado ao rebaixamento, com 34 pontos e nove vitórias, tem uma pequena vantagem sobre o Bahia, a de  enfrentar a próxima rodada (34ª) só dependendo de suas próprias forças, porque se ganhar da Chapecoense (36 pontos), sai da triste zona. O Tricolor, penúltimo colocado, com 31 pontos, terá que vencer, além do Corinthians, na Fonte Nova, mais dois outros adversários, ainda assim podendo não sair se os clubes que estão à frente também somar pontos.    
 
A realidade é que, dos times que estão no z-4, apenas Vitória (34 pontos) e Botafogo (33), ainda têm remotas chances de lutar por vagas na elite. Bahia (31) e Coritiba (30) já estão com malas prontas para a segunda divisão. E tem mais: se o Vitória não ganhar da Chapecoense, que é favorita em seu domínio e o Botafogo não obtiver êxito diante do Fluminense, fica praticamente definido o quarteto dos rebaixados, com os dois baianos, o alvinegro carioca e o Criciúma/SC.
 
Tudo isso se sobrepõe a análises de tentativas de melhora do comportamento de tricolores e rubro-negros no campeonato, porque é consenso entre os torcedores e cronistas que se valem da realidade, que os dois times jogam um futebol de pouca qualidade, que houve terríveis erros de planejamento e de contratações de seus dirigentes e que os técnicos Gilson Kleina e Ney Franco, diante de tantas deficiências técnicas de seus grupos, já perderam o rumo de uma possível recuperação. E que praticamente chegaram ao ponto final.
 
É bom acabar, de uma vez por todas, com a conversa de que o Bahia realiza a pior campanha de todos os tempos porque seus jogadores fazem “corpo mole”, não têm comprometimento ou por causa de salários atrasados. E que os péssimos resultados do Vitória são porque esteja sendo mal escalado.
 
O fracasso da dupla Ba-Vi é resultado de um conjunto de fatores e esta pífia participação no Campeonato Brasileiro está sendo anunciada desde que a competição começou. Aliás, este é um ano muito triste para o nosso futebol: tricolores e rubro-negros foram reprovados de todas as competições que participaram – Copas do Nordeste, do Brasil e Sul-Americana – e até no Estadual o resultado foi inesperado, pois o Bahia, de sofrível campanha nas fases de classificação só foi campeão porque o favorito Vitória brochou em um dos jogos decisivos.
 
Os resultados do final de semana foram apenas mais um atestado de incompetência: o Vitória lutou desordenadamente contra o São Paulo, mas teve que se curvar à melhor força, por 2x1 e o Bahia ainda procura se encontrar em campo contra o fraco Goiás, que o envolveu impiedosamente, aplicando-lhe uma desmoralizante goleada de 3x0.
 
Só nos resta esperar pelo milagre.

Whatsapp

Mande um Comentário
Os comentários não representam a opinião do portal Galáticos Online. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Ver todos

Publicidade

Fotos

Publicidade

Publicidade