Triste sina: Após novos erros da defesa, Vitória é derrotado pelo Santos

por Por Fábio Assunção- Gálaticos Online em 24 de Julho de 2016 20:26 com 0 Comentário em Vitória

A triste sina de sair atrás no placar continua prejudicando o Vitória nesta temporada. Diante do Santos, nesse domingo (24), não foi diferente. Apesar de começar muito bem a partida ofensivamente, pressionando o adversário, o rubro-negro mostrou mais uma vez que precisa arrumar sua cozinha. As constantes falhas da defesa foram determinantes para a derrota por 3 a 2, que deixa a equipe a dois pontos da zona de rebaixamento, na 13ª colocação no Campeonato Brasileiro. 

O jogo também foi cercado de polêmicas. O segundo gol do time da Vila Belmiro, foi questionado pelos jogadores do Vitória. A cobrança rápida da falta foi feita enquanto o árbitro Rodolpho Toski Marques, conversava com o técnico Dorival Júnior. No intervalo do jogo, ainda sobraram dois cartões amarelos (Dagoberto e Wilian Farias) por reclamação. Além disso, a equipe do técnico Vagner Mancini reclamou de dois pênaltis na segunda etapa, que não foram assinalados pelo árbitro. 

Na próxima rodada, o Vitória enfrenta o Figueirense no Orlando Scarpelli, concorrente direto na briga contra o rebaixamento. O time catarinense é o 18º, com 17 pontos, dois a menos que o rubro-negro. 

O JOGO

O Vitória começou a todo vapor no primeiro tempo. O time tinha a posse de bola, trocava passes e pressionava o Santos. No entanto, o time paulista usava como arma o contra-ataque. 

Logo aos 6 minutos, Dagoberto bateu um escanteio fechado e quase marcou um gol olímpico no Barradão. Vanderlei fez boa defesa. Na seqüência, o Santos armou o contragolpe e Ricardo Oliveira tocou pra fora, cara a cara com o goleiro Caíque.

O Leão seguia na pressão. Após cruzamento, Diego Renan tentou o arremate, a bola sobrou para Serginho que jogou para o fundo da rede, mas o arbitro assinalou impedimento. Aos 14 minutos, Vander chutou da entrada da área e a pelota passou bem perto.

Gol do Santos! Em nova trama do Peixe, Copete arrancou pela esquerda e cruzou para dentro da área. Vitor Bueno sem marcação, completou. 

Aos 23 minutos, Caíque saiu bem e conseguiu evitar o gol de Ricardo Oliveira. O Vitória sentiu o primeiro gol e buscava se reestruturar na partida. 

Gol do Vitória! Na pressão, Euller cruzou pra dentro da pequena área e Kanu escorou para o fundo da rede aos 29 minutos. Festa da torcida rubro-negra nas arquibancadas.

Gol do Santos!  Um minuto depois, Copete jogou água no chopp do Vitória. Após cruzamento do lateral Caju, o ataacnte marcou de cabeça, sozinho, totalmente livre de marcação. O lance foi muito questionado pelos jogadores do Vitória, já que o arbitro estava batendo papo com o técnico do Santos, no momento da cobrança rápida de falta do Peixe. 

No intervalo do jogo, alguns jogadores do Vitória foram reclamar com o arbitro. Antes mesmo da aproximação, o juiz meteu cartão amarelo em Wilian Farias e depois, durante a aglomeração, outro cartão para Dagoberto. 

Na volta para o segundo tempo, o Leão foi para o tudo ou nada. Aos 8 minutos, Serginho cabeceia pra fora, depois do bom cruzamento do Euller. 

A torcida queria a entrada de ShermanAos 19, Mancini fez uma mudança dupla na equipe. Cárdenas e Ramallo entraram nos lugares de Dagoberto e Serginho. 

Gol do Vitória! Diego Renan cruzou da direita após receber passe do estreante Cárdenas, Kieza desviou de cabeça e Vander, de perna esquerda, balançou as redes. 2 a 2 no Barradão. 

Aos 33 minutos, Vander cruza e Cárdenas cabeceia para grande defesa de Vanderlei. 

Gol do Santos! Nova falha da defesa do Vitória, e Jean Mota apenas compeltou para o gol, depois de passe de Vitor Bueno. Torcedores do Vitória começam a deixar o estádio.

Aos 44 minutos, Kanu marcou de cabeça após cruzamento na área, mas o zagueiro estava impedido. Final de jogo: Santos 3 x 2 Vitória.
 

Vitória 2 x 3 Santos

Brasileirão Série A - 16ª rodada

Local: Barradão, em Salvador (BA)

Data/Horário: 24/07/2016, às 18h30

Arbitragem: Rodolpho Toski Marques, assistido por Guilherme Dias Camilo e Celso Luiz da Silva

Cartões amarelos: José Welison, Wilian Farias, Dagoberto (VIT) ; Ricardo Oliveira e Gustavo Henrique (SAN)

Gols:  Kanu e Vander (VIT) ; Vítor Bueno, Copete e Jean Mota (SAN)

Vitória

Caíque, Diego Renan, Kanu, Victor Ramos e Euller; José Welison, Willian Farias (Tiago Real) e Serginho (Cárdenas); Dagoberto (Ramallo), Vander e Kieza. Técnico: Vagner Mancini.

Santos

Vanderlei, Victor Ferraz,Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Caju; Renato, Léo Cittadini (Jean Mota), Lucas Lima (Fernando Medeiros), Vitor Bueno, Copete e Ricardo Oliveira (Rodrigão). Técnico: Paulo Autuori.