Técnico do Universo/Vitória comenta preparação e revela expectativas para NBB

por Yuri Barreto e Marcos Valença em 26 de Setembro de 2016 00:00 com 3 Comentários

Em 2015, o Universo/Vitória estreou no Novo Basquete Brasil, principal liga de basquete do país. Para muitos críticos, o clube não iria longe.

Mas, o time baiano surpreendeu e chegou aos play-offs da competição. O resultado encheu o torcedor Rubro-Negro de esperanças para sua segunda temporada no NBB. Para 2016/2017, o Leão remontou o time, fez grandes contratações e sonha em chegar ainda mais longe.

Antes da estreia, marcada para o mês de novembro, o técnico do Vitória, Régis Marrelli conversou com o Galáticos Online, comentou sobre a preparação da equipe e as expectativas para a nova temporada. O comandante se mostrou otimistas convocou a torcida para continuar apoiando o time.

Confira o bate-papo abaixo:

Galáticos Online: Como está a preparação da equipe para a temporada 2016/2017 do NBB?

Régis Marrelli: Estamos na quarta semana, está muito boa a preparação. Estamos dando ênfase à parte física e técnica, num trabalho individual. Estamos ainda com dificuldade na parte do coletivo, mas está dando para treinar. Até o início da NBB estaremos em um nível interessante.

Galáticos Online: E o elenco, já está fechado, ou ainda é possível chegar mais reforços?

Régis Marrelli: Tivemos quatro jogadores praticamente acertados, mas em cima da hora acabou não dando certo. Temos mais um estrangeiro ainda (a contratar). Estamos vendo vídeos de jogadores. Falta um ala para fechar a equipe.

Galáticos Online: Ano passado o Universo/Vitória surpreendeu ao chegar aos play-offs na sua estreia. Agora, quais suas expectativas para a nova temporada?

Régis Marrelli: As melhores possíveis. Nosso objetivo é ficar entre os oito, mas quero mais. Acredito que o time pode chegar bem longe. Acho que vamos conseguir chegar bem longe nesse ano.

Galáticos Online: Quais as diferenças do elenco do ano passado para o desse ano? Pode-se dizer que o Universo/Vitória tem hoje um time mais forte?

Régis Marrelli: Acredito que sim. As coisas foram mais planejadas, mais organizadas. Ano passado eu cheguei faltando 17 dias para o início da NBB, quem montou o elenco não fui eu. Nesse ano, estamos juntos com a diretoria, tive o poder de dar minha opinião para a formação da equipe. Tivemos também dois meses de pré-temporada. Ano passado foi no improviso. Esse ano o planejamento está bem feito.

Galáticos Online: Como você vê o basquete no Nordeste do país atualmente? Se desenvolveu o suficiente para fazer frente aos principais clubes do país?

Régis Marrelli: A região que está em ascensão é o Nordeste. O Ceará (Basquete Cearense) deu um passo muito grande ano passado e chegou perto até de ganhar o título. Já é uma equipe consolidada. E nós, que começamos ano passado e já crescemos muito. Quem ganha é o público nordestino. Espero também que no ano que vem tenhamos o Sport Recife, que está brigando há três anos para jogar (o NBB). Assim, o Nordeste passaria a ter três equipes. Eu espero ficar por muito tempo aqui e meu sonho é ser campeão brasileiro pelo Vitória.

Galáticos Online: Outro ponto positivo da última temporada foi a presença da torcida em jogos no Ginásio de Cajazeiras. A que você credita a boa presença de torcedores nas partidas do basquete?

Régis Marrelli: Costumo falar que a torcida gosta do que é bom. Se você leva um bom time, traz grandes jogadores, faz grandes jogos, a torcida vai. Apesar de toda a dificuldade, a comunidade de Cajazeiras abraçou a gente. A maioria do público no ano passado era de lá. Nos ajudou muito. Em muitas vitórias foi a torcida que nos levou a vencer. Um grande time começa mostrando sua força dentro de casa. Então, espero que a torcida esteja presente, nos apoiando, e que a gente faça um caldeirão para que os adversários venham para cá com medo, sabendo que a chance de ganhar será bem pequena.

Galáticos Online: Aproveite e faça sua convocação à torcida rubro-negra para continuar apoiando o Universo/Vitória em mais uma temporada do NBB.

Régis Marrelli: Não precisa nem pedir, pois sei que eles já vão. Gostaria que eles continuassem apoiando. Que a torcida do Vitória esteja sempre presente. Que nosso estádio esteja lotado todos os jogos. Prometemos ter muita luta muita garra e vamos vestir essa camisa com muito orgulho.

Fotos: Divulgação / EC Vitória