Transferência de Victor Ramos foi nacional ou “colorada”?

por Por Fábio Assunção em 24 de Novembro de 2016 23:25 com 0 Comentário

Pelo que tenho acompanhado nos noticiários dos últimos dias, o Vitória precisa abrir os olhos e se movimentar. Um certo time do Beira Rio que tem um saci como mascote, está à beira e com um pé na Série B do Campeonato Brasileiro. Soube até que os gaúchos já enviaram corpo jurídico ao Rio de Janeiro e cogitam procurar o Sérgio Moro, se for necessário, para se manter na Primeira Divisão. O desespero está grande!
 
Afinal de contas, a transferência do zagueiro Victor Ramos foi nacional ou “colorada”? Pelo visto, a discussão do assunto no Baianão não foi suficiente. Em situação de extremo risco no certame nacional, o Inter deveria “cair” na real. 
 
Não podemos nos esquecer de 1999 e 2013... Alguém lembra? Alguém lembra de um atleta chamado Sandro Hiroshi e de um tal de Héverton? Isso nos remete ao que conhecemos popularmente no futebol brasileiro como “tapetão”. Coincidentemente, as equipes beneficiadas são sempre as de maior prestigio. Consternado, o clube ao invés de buscar os resultados em campo, tenta se agarrar numa manobra insana, que definitivamente não cabe mais no futebol brasileiro. 
 
De uma coisa eu tenho certeza: se a transferência do VR3 foi “colorada”, o Vitória cai para a Segunda Divisão. Acorda, Vitória!
 
Por Fábio Assunção/ Galáticos Online