Após uma longa tempestade, Vitória vive dias de calmaria

por Rafael Machaddo (@RafaelMachaddo6) em 02 de Setembro de 2017 11:45 com 1 Comentário

Quem hoje vê o elenco do Vitória sorrindo em fotos, brincando em coletivas e obtendo bons resultados em campo, pode não se lembrar que nem sempre o 2017 rubro-negro foi assim. Após um momento muito turbulento durante os primeiros meses do ano, que culminaram inclusive numa grande crise política no clube, o Leão passa a viver alguns dias de calmaria.

Nos últimos dias é nítido em diversas situações que o Vitória vive um momento muito mais tranquilo e feliz. Isso fica notório nas entrevistas coletivas dos atletas, nos treinamentos técnicos e táticos, e até mesmo nos treinos físicos, que geralmente não são os favoritos dos boleiros, mas que comandados pelo preparado Lucas Itaberaba com muita descontração.

Muito dessa mudança de astral no Barradão passa pelas mudanças que aconteceram na diretoria e na comissão técnica da equipe, que tiraram o Leão da posição de virtual rebaixado, e deram uma nova esperança aos torcedores rubro-negros. Muito disso se deve, principalmente pela chegada do técnico Vagner Mancini, que mesmo sem nenhuma  nova contratação, conseguiu fazer o contestado time que era vice-lanterna, sair do Z4.

E isso fica bastante evidente ao verificar os números do time, antes e depois da chegada do comandante.

NÚMEROS ANTES DE MANCINI:

16 JOGOS - 3 VITÓRIAS, 3 EMPATES, 10 DERROTAS - MÉDIA DE 25%
12 PONTOS CONQUISTADOS DE 48 DISPUTADOS
16 GOLS FEITOS, MÉDIA DE UM GOL POR JOGO
29 GOLS SOFRIDOS, MÉDIA DE 1.81 GOL SOFRIDO POR JOGO

NÚMEROS DEPOIS DE MANCINI:

6 JOGOS - 4 VITÓRIAS, 1 EMPATE, 1 DERROTA - MÉDIA DE 72.22%
13 PONTOS CONQUISTADOS DE 18 DISPUTADOS
7 GOLS FEITOS - MÉDIA DE 1.16 GOL POR JOGO
2 GOLS SOFRIDOS - MÉDIA DE 0.33 GOL SOFRIDO POR JOGO

Durante a semana o volante Uillian Correia falou sobre a importância do técnico na mudança do panorama do time. e de acorodo com o atleta, a importância de Mancini não se dá apenas pelo trabalho dentro de campo. "Eu acho que a chegada do Mancini foi fundamental para nós jogadores. Ele resgatou a confiança e a autoestima de muitos jogadores que não estavam conseguindo desempenhar o seu melhor futebol. Ele conseguiu resgatar isso. Ele é uma grande pessoa, um baita profissional, um gestor de pessoas. É por isso que a gente está colhendo os frutos agora".

Que o trabalho do técnico rubro-negro vem sendo bem feito, não restam dúvidas. Porém, vale ressaltar que nada está ganho ainda e que os atletas, outrora tão criticados, precisam manter o atual rendimento para conquistar os objetivos da temporada. Ao torcedor, resta torcer e apoiar o seu time para que esse momento se torne permanente e o desfrute de dias tranquilos seja algo constante para ele.

Foto: Mauricia da Matta / EC Vitória